montar um plano de vendas eficiente não é fácil mas nós te ajudamos!

5 dicas para elaborar um plano de vendas

A criação de um plano de vendas é fundamental para qualquer negócio.

 

Sabe por quê? É ele quem vai indicar as estratégias a serem tomadas para aumentar as vendas e o faturamento, além de fazer um prognóstico do futuro baseado nas metas estabelecidas.

 

Sem um plano de vendas, sua empresa fica vulnerável às oscilações do mercado, ou, seja, “à deriva”. Portanto, o plano de vendas é, sobretudo, um plano de ação para orientar seu negócio, delimitando os caminhos a serem tomados.

 

Assim, se torna mais difícil seu negócio quebrar, além do fato de atrair investidores para um negócio bem gerenciado e com objetivos claros.

 

Mas como elaborar um plano de vendas? E mais, como fazer um plano de vendas simples e eficiente?

 

Neste artigo, vamos apresentar a você 5 dicas sobre como fazer um plano de vendas que permita ao seu negócio sobressair diante da concorrência do mercado.

 

Afinal, aprender o básico sobre plano de vendas é o primeiro passo para seu negócio ser bem-sucedido, não só na área comercial, mas em todos os setores. Um plano de vendas envolve tanto os objetivos internos da empresa como as decisões do público-alvo e todo o mercado.

 

Saiba que você pode conseguir elaborar um bom plano de vendas, ainda que nunca tenha tentado. Preste atenção às nossas dicas e coloque-as em prática, adequando-as ao contexto do seu negócio e do seu nicho de mercado.

 

Vamos lá?

1. Reserve um tempo para o planejamento

Se elaborar um plano de vendas não é necessariamente tão complicado, também exige certa dedicação e eficiência, o que demanda tempo. Isso porque diferentes variáveis precisam ser levadas em conta no desenvolvimento de um plano de vendas.

 

Muitas vezes, os planos de vendas das empresas são criados para o período de um ano, porém isso depende muito das estratégias e do tipo do seu negócio.

 

Então, lembrando: reserve tempo para planejar. Caso necessite de ajuda, e tenha recursos para tal, não hesite em procurar especialistas, como por exemplo consultores nas áreas de vendas e administração de empresas.

2. Tenha estratégia e objetivos

A estratégia e os objetivos são “o fundamento de todo o edifício” do seu negócio. Eles vão definir aonde você pretende chegar, em um período pré-determinado.

 

Pense: qual é minha maior meta? Tenha prioridades, e aja segundo as mesmas.

 

Alguns dos objetivos de seu plano de vendas podem ser:

 

  • Maior faturamento;
  • Aumento do lucro;
  • Conquista de mais clientes (ou clientes de um perfil específico);
  • Desenvolvimento do MarketShare;
  • Conquista de clientes de outras regiões ou até países.

 

Uma vez tendo o objetivo principal, bem como os objetivos secundários delineados, agora é a hora de criar de fato uma estratégia para alcançá-los, ou seja, um plano de ação.

 

Por exemplo: você deseja fazer seu faturamento aumentar. Para isso, vai procurar aproximar sua empresa dos clientes, através de ações de marketing e de meios que reduzam custos, como o up-selling. Uma dica para é utilizar maquininhas que facilitem o pagamento, que simplificam os processos de recebimento de dinheiro dos clientes.

 

Você também deve estar atento ao fato de que poderá ter que tomar atitudes inesperadas, visto que o mercado é imprevisível, assim como algumas situações inusitadas podem ocorrer. Portanto, esteja preparado para possíveis adaptações de suas estratégias.

 

Por fim, acostume-se a mensurar todos os resultados e a tentar melhorá-los periodicamente. É essencial que você saiba o que está dando certo e o que está dando errado, a fim de gerenciar de forma eficiente os investimentos e os custos.

 

Tais métricas vão desde a quantidade de e-mails ou telefonemas necessários para concretizar uma venda, até ações para economizar tempo de um vendedor, o custo de cada lead, canais de vendas que dão mais retorno etc. Avalie todas as suas campanhas de vendas. Meça tudo!

 

No fim, em um negócio, o que importa são resultados, ou seja: números.

3. Estude seu produto ou seus serviços e o mercado

Informação, em termos de negócio, é tudo. Tanto em relação ao ambiente interno de sua empresa como à concorrência, clientes, novidades, enfim, o mercado em que você está inserido.

 

Mas não é só isso: você deve prestar atenção aos aspectos externos mais abrangentes, como política, sazonalidade comercial (datas comemorativas, por exemplo) e novas tecnologias para a área comercial.

 

Jamais deixe a concorrência de lado! Monitore-a, sem imitar, mas se inspirando no que ela faz de bom e parece surtir efeito.

 

Não deixe de acompanhar o comportamento do seu público-alvo, tanto em relação aos concorrentes como à sua marca. Observe, igualmente, o nível de satisfação de seus clientes, se possível sempre mensurando através de pesquisas ou outras formas de interação.

 

Um dos pontos-chave para vender é conhecer a fundo quem é o seu cliente, o que ele deseja, o que pensa e qual seu estilo de vida. Crie uma persona, ou seja, um “cliente ideal” fictício, e trabalhe em cima dele.

 

Uma boa forma de acompanhar tanto concorrência quanto clientes é através das redes sociais.

4.Mobilize sua equipe

Ao elaborar seu plano de vendas, não se esqueça de mobilizar e orientar toda a sua equipe, não apenas os vendedores.

 

Converse com seus colaboradores: eles darão a você feedbacks e sugestões sobre como melhorar as vendas e a relação como os clientes. Sem falar que, envolvendo sem time no planejamento, todos os colaboradores estarão realmente integrados à empresa, sentindo-se motivado a fazer o negócio crescer.

 

Cabe a você também considerar contratar ou demitir pessoas, bem como proporcionar treinamentos para os vendedores.

5.Esteja bem informado!

Já falamos sobre a importância da informação e da mensuração de resultados no processo de como elaborar um plano de vendas.

 

Mas vale ressaltar: em um mercado (e um mundo) tão mutável, instável e diversificado, baseado em tecnologias que surgem a cada dia, informação é o “Elixir da Longa Vida” do seu negócio. Quer dizer, é ela que dará sobrevida, saúde e força à sua empresa.

 

Não é possível criar um plano de vendas sem estar fundamentado no maior número de dados possíveis. Além disso, esses dados se encontram em constante mudança, por isso, esteja sempre atento, com sua equipe, à possibilidade de adaptar ações e objetivos.   

 

Quer uma dica? Pesquisa de Marketing. Se necessário, recorra a um profissional conceituado para ajudá-lo nessa tarefa, que abordará desde as ações internas da empresa até o perfil do consumidor, definindo as conexões e ações necessárias para que você atraia o cliente e consiga vender cada vez mais seus produtos ou serviços.

Então, gostou das nossas 5 dicas para criar um plano de vendas para seu negócio?

 

Uma forma de aumentar suas vendas, facilitando o pagamento de seus clientes, é através da nossa maquininha PayGo. Temos umas das melhores taxas do mercado, além de contarmos com uma tecnologia de ponta.

 

Saiba mais sobre nossa maquininha PayGo e como ela pode dobrar suas vendas!

Comments ( 0 )
Central de Atendimento 0800 727 9904